0 R$0,00

Nenhum produto no carrinho.

Dow's

Dow's

Nenhuma outra casa de vinho do Porto mereceu, em safras recentes e consecutivas, pontuações tão elevadas para o seu Porto Vintage quanto a Dow’s. O 2011 obteve nada menos que 99 pontos da exigente publicação norte-americana Wine Spectator – foi a melhor colocação, isolada no topo, entre todos os Porto Vintage da mesma safra. “Potente, refinado e sedutor”, descreveu o rigoroso editor Kim Marcus. Neal Martin, que avaliou o vinho para a The Wine Advocate de Robert Parker, também não economizou elogios: “é um dos melhores Porto Vintage de 2011, você será tolo se não comprar este exemplar que é a expressão sublime desta safra”. Já o Vintage anterior, o 2007 (os Porto Vintage são declarados apenas em anos excepcionais), obteve nada menos que 100 pontos da Wine Spectator – nenhum outro Vintage 2007 recebeu a máxima pontuação da revista, apenas o Dow’s, que também entrou para a cobiçada lista dos 100 melhores vinhos do ano de 2010. Detalhe: desde a safra 1994 a revista não concedia a nota máxima a um vinho do Porto.

Não é por acaso que a Dow’s repete sucessivamente performances tão espetaculares. Seus vinhedos estão instalados em uma zona classificada como o coração das melhores regiões de todo o Vale do Douro. Desde o final do século XIX, a Dow’s possui a Quinta do Bomfim e a Quinta da Senhora da Ribeira, controlando diretamente a produção nessas duas propriedades privilegiadas pela excelente exposição solar . Hoje é comum as casas de vinho do Porto contarem com vinhedos próprios, mas há um século isso era uma raridade. Tamanho capricho fez da Dow’s, desde há séculos, um dos produtores mais notáveis de vinho do Porto de categorias especiais.

Fundada em 1798 pelas famílias Silva e Dow, a Dow’s é conhecida por elaborar vinhos poderosos e austeros quando jovens, mas que adquirem enorme elegância à medida que envelhecem. Com final de boca mais seco que a maior parte dos Porto, os exemplares da Dow’s são particularmente distintos e classudos. Seus Vintage são admirados também pela impressionante longevidade. Em 1998, ao degustar a safra 1896 – ou seja, com mais de um século! – o crítico James Suckling, um dos grandes conhecedores de Porto Vintage, avaliou-a com 98 pontos e comentou:“ O velho Por to possuía ainda uma espantosa cor rubi com um contorno granada, agradável nariz, com aromas de uvas secas, pimenta preta e bagas. Era um vinho encorpado, rico em frutos entrelaçados com camadas de taninos aveludados. Magnífico. ” No século XX, a família Symington assumiu o controle da Dow’s, assinando alguns dos Vintage mais impressionantes dos últimos tempos.

Dow’s também elabora deliciosos Porto Tawny com indicação de idade – que videnciam a habilidade do enólogo em realizar o corte final. É a casa com um dos maiores estoques de cascos de carvalho de todo o setor do vinho do Porto, o que se reflete na qualidade de seus vinhos. Os Porto Tawny da Dow’s são também mais secos que a maioria dos vinhos da categoria, embora revelem, ao mesmo tempo, riqueza e elegância. Já o LBV e o Trademark são considerados de ótima relação qualidade-preço. O Dow`s Nirvana é um Porto especialmente elaborado para combinar com chocolate – foi criado pelo enólogo da Dow’s em parceria com especialistas m harmonização da Bélgica, e o Fine Ruby e Fine White também são excelentes escolhas nas suas respectivas categorias.

Tabela  Lista 

10 Produto(s)

por página

Tabela  Lista 

10 Produto(s)

por página