0 R$0,00

Nenhum produto no carrinho.

Quinta do Mouro

Quinta do Mouro

E stremoz é tida como uma espécie de “mina de ouro” dos vinhos alentejanos. Essa histórica aldeia concentra alguns dos mais aclamados produtores portugueses. A Quinta do Mouro é uma das estrelas com a particularidade de possuir solos xistosos que geram vinhos cheios de caráter. Produzidos segundo uma filosofia minimalista, seus tintos são muito disputados. Miguel Louro não tem linhagem vinhateira. Dentista de formação, converteu-se em produtor de vinho depois de comprar uma propriedade do século XVIII com um casarão apalaçado e lindos jardins em plena vila de Estremoz. Em 1989 plantou seis hectares de vinhedos ao redor da casa com as variedades Trincadeira, Cabernet Sauvignon, Aragonês e Alicante Bouschet. “Aqui não há vinho de primeira, segunda ou terceira. Aqui produzimos apenas Quinta do Mouro tinto, feito a partir das melhores uvas das vinhas desta pequena propriedade. As uvas que não prestam ficam na videira”, disse em uma reportagem à Revista de Vinhos em 1998, deixando claro que seu objetivo sempre foi e será elaborar o melhor vinho possível. O estilo autêntico de Miguel Louro reflete-se em seus vinhos, feitos à sua maneira, experimentando novas técnicas e explorando a expressão de cada variedade de uva no seu privilegiado terroir. Para o crítico português Rui Falcão,“esse é um dos prodígios da Quinta do Mouro, produzir vinhos singulares, vinhos inimitáveis, vinhos de autor e de terroir, vinhos que traduzem e retratam um espaço, uma família, um local, uma filosofia”. Atualmente, o talentoso enólogo Luís Louro auxilia o pai na viticultura e enologia. A área de vinhedos também aumentou, soma 33 hectares e ao elenco original de castas juntaram-se mais quatro: Touriga Nacional, Merlot, Petit Syrah e Alfrocheiro. Depois da consolidação do tinto Quinta do Mouro, Miguel Louro investiu em uma nova marca, Zagalos e também lançou o Quinta do Mouro Rótulo Dourado, o seu vinho mais disputado. A mais recente introdução ao portfólio da Quinta do Mouro é o Vinha do Mouro, um corte de Trincadeira, Aragonês, Alicante Bouschet e Cabernet Sauvignon de ótima relação preço-qualidade. O portfólio de Miguel Louro cresceu, mas a filosofia mantém-se. “Quero sonhar com as coisas boas da vida cada vez que bebo um vinho meu”, foi o que disse no lançamento do seu primeiro rótulo – o Quinta do Mouro 1994 – e até hoje continua sendo este o seu “mantra” .